Movimento dos olhos durante o sono ‘muda cenário’ dos sonhos, diz pesquisa

150812114310_rem_spl

Pela primeira vez cientistas conseguiram registrar a atividade de células individuais do cérebro durante o sono, mais especificamente, na fase dos sonhos.

E, depois de cada movimento rápido dos olhos (REM), os pesquisadores registraram explosões de atividade que combinam com o que acontece enquanto estamos acordados e vemos, ou imaginamos, uma nova imagem.

Os cientistas sugerem que estes movimentos dos olhos acompanham uma “mudança de cena” nos sonhos.

Os registros de atividades foram feitos em pacientes com eletrodos implantados no cérebro, um procedimento geralmente usado para monitorar convulsões.

“É uma oportunidade única para ver o que está acontecendo dentro do cérebro humano. Somos muito agradecidos aos pacientes de epilepsia que participaram de forma voluntária”, disse à BBC Yuval Nir, da Universidade de Tel Aviv, em Israel.

Nir trabalhou com colegas da França e dos Estados Unidos na pesquisa que foi publicada na revista especializada .

Próxima imagem

Durante quatro anos os cientistas trabalharam com 19 pacientes, registrando a atividade cerebral deles a partir de eletrodos colocados em áreas diferentes do cérebro, mas, em grande parte, dentro do lobo temporal mesial.

Segundo Yuval Nir, esta não é uma parte do cérebro diretamente envolvida na visão.

“A atividade destes neurônios não reflete o processamento de imagem. É mais a respeito da sinalização para o cérebro a respeito de um certo conceito. Você pode fechar seus olhos e imaginar a rainha Elizabeth e estes neurônios vão disparar. Esta atividade implica uma atualização das imagens mentais e das associações”, afirmou o pesquisador.

Quando os pacientes estavam acordados e viam uma figura, especialmente uma associada a uma memória, os pesquisadores observaram um padrão específico de atividade.

“Cerca de 0,3 segundo depois de a figura aparecer, estes neurônios explodiam, eles ficavam vigorosamente ativos. Isto também aconteceu quando as pessoas apenas fecharam os olhos e imaginaram estas figuras ou estes conceitos”, disse Nir.

E o intrigante é que Nir e seus colegas observaram um “padrão muito, muito parecido” durante o sono. Particularmente, estas explosões de atividade chegaram logo depois dos movimentos rápidos dos olhos, durante a fase REM do sono.

Esta é uma fase do sono na qual ocorrem os sonhos e é caracterizada por estes movimentos do olho, muito rápidos e ocasionais.

Já se acreditava há muito tempo que estes movimentos poderiam refletir o componente visual dos sonhos, mas nunca houve uma prova clara disto, até agora, segundo Nir.

“Estamos intimamente familiarizados com a atividade destes neurônios. Sabemos que eles estão ativos a cada vez que você olha para uma imagem ou quando você imagina aquela imagem. E agora os vemos ativos de uma forma parecida quando você move seus olhos no sono REM, então é muito provável que os movimentos dos olhos representem algum tipo de reinicialização ou ‘se mover para o quadro do sonho’.”

“É quase como quando eu era criança e tínhamos projetores de slide. Você vai para o próximo slide do sonho”, acrescentou.

Bebês e cegos

Isto pode ajudar a explicar a razão de bebês que ainda nem nasceram e pessoas cegas também apresentarem os movimentos rápidos dos olhos durante o sono REM.

“Mesmo pessoas com cegueira congênita… ainda podem sonhar com a visita da tia da Flórida: a voz dela, as emoções e todas as associações que vão junto”, disse o cientista.

“E quando o sonho muda de encontrar a tia para, digamos, levar o cachorro para passear no parque, então a atividade do cérebro muda e isto acontece de forma sincronizada com os movimentos dos olhos.”

Outros pesquisadores especialistas em sono aprovaram as descobertas de Yuval Nir. Jim Horne, que estabeleceu o Centro de Pesquisa do Sono na Universidade de Loughborough, na Grã-Bretanha, afirmou que o estudo reflete o aumento na compreensão do sono REM.

Ele também destaca que o movimento nos olhos de quem sonha, que só acontece em alguns momentos, não significa que o sonhador está analisando uma cena.

“Os movimentos dos olhos não estão escaneando seu sonho, eles estão reorientando seus pensamentos visuais”, disse Horne à BBC.

“Este estudo endossa outras descobertas, de que o sono REM tem muitas semelhanças com a vigília.”

“Vejo o sono REM como o descanso de tela do seu computador; tudo o que você precisa é tocar um botão e seu computador volta à vida. É muito próximo da vigília. O sono que não é REM é mais parecido com quando você desliga o computador e religá-lo requer um processo de reiniciar”, acrescentou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s