Como caminhões podem mover esta carga de mil toneladas?

carga-mil-toneladasO vídeo a seguir, mostra uma coisa gigantesca transportando algum tipo de recipiente pressurizado.

De acordo com a legenda da filmagem no YouTube, esses caminhões compostos estão transportando uma carga de 946.000 kg.

Rhett Allain, professor associado de física na Universidade Southeastern Louisiana, nos EUA, explica.

Driblando a pressão

Em comparação com a carga, o veículo transportando-a é muito mais longo. Por quê?

A resposta é pressão. “Pressão dos pneus, para ser exato”, diz Allain.

A carga tem um peso de 9,27 milhões de Newtons. Se você ignorar a massa do veículo, ainda assim o chão tem que empurrar para cima com esta mesma força. Isso não é tanto quanto parece – edifícios podem ter pesos maiores.

No entanto, existe uma grande diferença entre um edifício e um reboque: a área de contato. Com uma área menor, você pode ter uma pressão muito maior sobre a superfície da estrada.

Com a pressão muito grande, os pneus literalmente picariam furos na superfície da estrada. Então, como diminui-la?

A única maneira é aumentando a área de contato. Você poderia fazer isso removendo as rodas e transportando a carga em um trenó, mas é evidente que isso poderia causar outros problemas. Você também poderia fazer pneus supergigantes, mas não seria prático. A melhor solução é a apresentada no vídeo: colocar mais pneus.

Quantos? “Não estou completamente certo, mas pelas minhas contas eu vi 96 pneus (assumindo que cada pneu visto é parte de um conjunto duplo)”, afirma Allain.

Atrito e subidas

Como é possível assistir no vídeo, há dois caminhões puxando e cinco empurrando

a carga. Por que tantos?

Depois de conseguir movimentar o recipiente, deveria ser fácil mantê-lo em movimento – em teoria. No entanto, há duas coisas que atrapalham: atrito de rolamento e subidas.

Todo mundo gosta de pensar na roda como uma invenção incrível que remove o atrito. Mas ela não é perfeita. Com uma carga pesada, a roda pode ser esmagada. Conforme rola, uma nova parte da roda fica na parte inferior e é deformada. A fim de movimentar a carga a uma velocidade constante, é necessário que haja uma grande força para equilibrar esse atrito de rolamento. Esta outra força vem dos caminhões.

Mas será que é preciso sete? Sim.

Se a estrada fosse perfeitamente plana, você só precisaria se preocupar com o atrito de rolamento. Mas não tende a ser assim, não é mesmo? Difícil é o caminho que não apresenta pelo menos algumas inclinações.

Mais força é necessária, então. Suponha que você queira empurrar 946.000 kg a uma inclinação de 5 graus. Seria preciso uma força de impulso de mais de 800 mil Newtons (e isso ignorando a resistência do rolamento).

De nenhuma maneira um caminhão sozinho poderia empurrar tanto – não haveria força de atrito suficiente entre os pneus e a estrada, bem como o motor provavelmente não teria torque suficiente.

Logo, a única maneira de mover esta carga gigante é com sete caminhões e 96 pneus.

Assista:

[Wired]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s