Pesquisador redescobre criatura que não era vista havia mais de 30 anos

criatura-rara

Náutilo foi fotografado na ilha de Ndrova, na Papua-Nova Guiné.
Considerado ‘fóssil vivo’, criatura marinha não era vista desde 1984.

Náutilo foi fotografado na ilha de Ndrova, na Papua-Nova Guiné.
Considerado ‘fóssil vivo’, criatura marinha não era vista desde 1984.

Pesquisadores chegaram a pensar que a criatura conhecida como náutilo estivesse extinta. O animal foi filmado por cientista do departamento de biologia da universidade.

Conhecido pelo nome científico de Allonautilus scrobiculatus, o náutilo foi redescoberto em águas da ilha de Ndrova, na Papua-Nova Guiné, pelo biólogo da Universidade de Washington Peter Ward.

Os náutilos, um parente distante de chocos e lulas, são animais antigos, por vezes chamados de “fósseis vivos”, já que há registro fóssil da criatura nos últimos 500 milhões de anos.

Ward e um colega, Bruce Saunders, foram os descobridores originais da criatura nas mesmas águas em 1984. Considerado um dos animais mais raros na Terra, ele não era visto desde então – até a sua recente redescoberta por Ward.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s