Italianos criam “super espaguete” rico em fibras e proteínas

2117631-2886-rec

Macarrão pode ajudar a não ter problemas cardiovasculares

Os amantes de macarrão podem ter em breve uma agradável surpresa com o aparecimento nas suas mesas de um espaguete rico em fibras, proteínas e antioxidantes que pode ajudar na redução do risco de problemas cardiovasculares.

O “super espaguete” é fruto de uma pesquisa que já dura alguns anos e envolve a Universidade de Bolonha, a Universidade de Molise e o Ateneo de Granada, na Espanha. O estudo foi recentemente publicado na revistaFood Research International e seus resultados demonstram a possibilidade de produzir a massa em qualquer ambiente sem o desperdício de grãos de cereal.

O segredo, segundo as três instituições, é a utilização de um método de separação dos componentes dos grãos chamado air-classifing. O procedimento separa o cereal em duas partes, uma mais grossa e rica em fibras e antioxidantes e uma mais fina e mais cheia de proteínas. Trabalhando com esses ingredientes, se obtém um macarrão que pode ter um papel para diminuir riscos de problemas cardiovasculares.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s