Pedaço de cérebro e pelos são encontrados em tumor de adolescente

tumor-jovem-ovario

A jovem foi submetida a uma operação de emergência no Japão com suspeita de apendicite, mas os médicos também encontraram um tumor no ovário

Um tumor de dez centímetros contendo pelos e uma miniatura de cérebro foi encontrado em uma adolescente de 16 anos no Japão. A jovem estava passando por uma cirurgia de emergência por conta de uma apendicite quando os médicos notaram algo diferente em seu ovário. Ao extrair o tumor, eles puderam identificar um amontoado de pelos e uma pequena versão de cerebelo – parte do cérebro que controla o equilíbrio e normalmente fica entre os dois hemisférios cerebrais – envolvida por uma fina placa de osso craniano.

Apesar de parecer estranho, tumores com tecidos de outras partes do corpo são relativamente comuns. Além de pelos, eles podem conter gordura, músculo, cartilagem e até dentes. Quando isso acontece, o tumor recebe o nome de teratoma (do grego “teras”, que significa monstro). Estima-se que um quinto dos tumores encontrados em ovários sejam teratomas.

Segundo afirma à revista New Scientist Masayuki Shintaku, especialista do Centro Médico para Adultos Shiga, no Japão, células cerebrais são frequentemente encontradas em teratomas, mas é extremamente raro que elas se organizem em estruturas cerebrais mais complexas.

O pesquisador, que publicou um estudo sobre o tumor da jovem no periódico European Journal of Neurology, diz que a miniatura de cérebro tinha uma estrutura tão desenvolvida que impulsos elétricos eram transmitidos entre os neurônios.

Feto sem fertilização

Como e por que os teratomas se desenvolvem ainda é um mistério a ser desvendado pela medicina. Porém, uma teoria é que eles surgem a partir de células que deveriam se tornar óvulos mas, mesmo sem fertilização, começam a se desenvolver como se fossem formar um feto. Em alguns casos, é possível identificar partes do corpo, como extremidades, órgãos e até genitais.

De acordo com a New Scientist, a jovem não apresentava sintomas antes de descobrir a existência do tumor. No entanto, cientistas já registraram casos em que mulheres com teratomas no ovário desenvolveram confusão, agitação, perda de memória, paranoia e mudanças de personalidade.

A revista também afirma que a adolescente passou pela operação de retirada do tumor com sucesso e teve uma recuperação normal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s